Qual é a diferença entre o leasing e o renting?
Eva / 29 Junho 2022

A diferença entre o renting e o leasing de veículos

As empresas e os consumidores que procuram renovar o seu carro ou frota de veículos, procuram alternativas à compra de um carro, é possível que se tenham deparado mais de uma vez com estes termos, seja por amigos, nos concessionários ou procurando na Internet.

Por vezes, os limites entre ambas as modalidades de aluguer a longo prazo de viaturas são difusos, ou não se percebem bem, e por isso existem dúvidas sobre qual a melhor para si.

Como mencionado, tanto o renting como o leasing consistem no aluguer de um veículo a longo prazo, ainda que em cada caso tem as suas características que são as que fazem as diferenças entre ambas.

Vamos explicar em que consiste cada uma destas modalidades para que veja com claridade a diferença entre o leasing e o renting de carros.

A diferença entre o renting e o leasing de veículos

Renting de carros ao detalhe 

O renting de veículos geralmente consiste no aluguer de um carro novo durante um prazo de um a cinco anos. A renda fixa mensal inclui serviços como o seguro, a manutenção, a matrícula, o imposto de circulação ou a troca dos pneus.

Uma vez que finaliza o contrato de renting, devolve o carro e pode assinar um novo contrato para outro veículo. De acordo com a empresa, às vezes, permite-se prorrogar o contrato mais um ano, se quiser seguir a conduzir a mesma viatura. Além disso, de acordo com a empresa de renting, também existe a possibilidade de compra da viatura quando finalizar o contrato.

O renting de carros está disponível tanto para particulares quanto para ENI´S e empresas.

Leasing, um passo além do renting

Se perguntarem a alguém próximo o que é o leasing, é provável que lhe tenham dito que trata-se de um aluguer ao longo prazo de um carro e não lhe tenha fornecido  mais detalhes.

Pois, o detalhe mais importante e que diferencia-lo do renting é que uma vez finalizado o contrato de aluguer, tem a certeza da opção de compra da viatura, mas não inclui os serviços de manutenção, reparação, seguro, e impostos que se incluem na cotação do renting.

O contrato de leasing tem uma duração de dois a seis anos e pode ser aplicado para ações que tenham relação com a atividade econômica de quem assina o contrato. Este é o motivo pelo qual muitas empresas adquirem a sua frota de veículos mediante esta modalidade de, já que representa uma grande poupança de dinheiro, sem falar das vantagens fiscais.

Quando finaliza o acordo de leasing, pode adquirir a viatura pelo valor residual do mesmo, ou seja, que ao preço do carro descontam-se as rendas que tenham sido pagas enquanto estiver em aluguer.

Caso não comprar o carro, poderá prorrogar o contrato para utilizar a viatura que conduz atualmente ou renovar o contrato, mas escolhendo um carro diferente. 

Renting ou leasing, o que é melhor para si?

Uma vez que já conhece as particularidades de cada modalidade, deve escolher entre leasing ou renting.

Há um fator que resulta determinantemente, é que, ainda que o leasing esteja disponível para empresas, ENI´S, e particulares, neste último caso não é rentável, pelo que, se está nesta situação é melhor optar pelo renting.

Para trabalhadores independentes, a decisão baseia-se em se vai querer comprar o carro após a finalização do aluguer. Se essa é a sua intenção, deveria escolher o leasing, pois no contrato, contempla-se a possibilidade de compra, e as rendas que tem pagado descontam-se do preço final do carro.

Se não tem certeza de querer comprar ou se sabe ao certo que não vai fazê-lo porque tem outros planos como, por exemplo, analisar a possibilidade de trocar por uma viatura de melhores características, se a sua situação econômica melhorar, a sua melhor opção é o renting.

O renting também é  opção se for uma pessoa a qual gosta de trocar de carro de forma habitual. É a melhor maneira de estrear uma viatura a cada poucos anos sem ter de fazer trâmites e gestões, já que a concessionária ou a empresa de renting encarregam-se de tudo.

Por último e falando de fatores econômicos, as cotas de renting podem ser um pouco mais altas que as cotas de leasing, mas deve ter em conta que isto acontece, porque inclui serviços como o seguro, a manutenção e os impostos de circulação e matrícula, ou seja, gastos que terá de pagar ainda que escolher o leasing. Só muda a distribuição dos mesmos.

Além disso, enquanto o renting considera-se uma operação de arrendamento, o leasing é uma operação financeira. Como consequência, deve existir a presença de uma entidade bancária, enquanto, se decidir assinar um contrato de renting, não é necessário.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Sigue leyendo en Renting Finders

Entradas relacionadas

Quer saber mais detalhes?

Completa o formulário e ligamos-te

    Ligue-nos tu para o
    308 807 123

    Chamada para a rede fixa nacional
    Vê as nossas perguntas frequentes para mais informação
    Horário de funcionamento 09.00 às 21.30 de Segunda-feira a Sábado.