Funcionalidades úteis do Google Maps que pode não conhecer
Raquel / 4 Agosto 2023

7 Funcionalidades úteis do Google Maps que pode não conhecer

Google Maps é um serviço muito completo e eficiente que não só nos permite localizar direções, encontrar rotas, locais ou pontos de interesse, ver imagens e opiniões, mas também tem outras aplicações e funções que podem ser de grande utilidade quando estamos a conduzir. 

Na Renting Finders somos apaixonados pelo mundo dos carros e transportes e é por isso que, para além de lhe oferecer o melhor renting automóvel para particulares e renting para empresas, aqui estão algumas das funções do Google Maps que poderá não conhecer e que lhe serão muito úteis durante as suas viagens.

7 Funcionalidades úteis do Google Maps que pode não conhecer

1. Para proteger a sua privacidade, ative o modo anónimo.

Quando utilizamos o navegador do Google, temos a opção de activar o modo incógnito, o que lhe permite controlar a privacidade dos seus dados. Mas sabia que também tem esta opção no Google Maps? Tem a mesma função: os seus movimentos, pesquisas e dados introduzidos não são registados.

Activar esta função é muito simples:

  1. A primeira coisa que precisa de fazer é abrir a aplicação Google Maps.
  2. Localize a sua foto de perfil no canto superior direito. 
  3. Depois de clicar na fotografia, abrirá um sub-menu onde verá a opção “Activar o Modo de navegação anónima”. 
  4. Active esta opção. 
  5. Para a desactivar, basta repetir este processo. Ao clicar no ícone circular superior direito com o chapéu e óculos, clique na opção “Desactivar o Modo de navegação anónima”.

Com o modo de navegação anónima ativado, o histórico de localização é pausado, não apenas na aplicação mas em todo o dispositivo, impedindo que os nossos movimentos sejam gravados. Note que com esta opção o microfone assistente do Google será desativado, mas ainda será possível utilizar “Ok Google”. 

É importante lembrar que com o modo de navegação anónima não impedimos o Google de saber a nossa localização, mas podemos limitar a informação que é recolhida sobre nós.

2. Modo escuro: ideal para evitar a fadiga ocular

O modo escuro para o Google Maps é uma das últimas inovações anunciadas pelo gigante da tecnologia. Como o seu nome sugere, consiste numa interface escura cujo objectivo é evitar ou prevenir a fadiga visual gerada pelo uso contínuo de ecrãs. Além de que o modo escuro também ajuda a poupar a bateria do dispositivo. 

Vale a pena notar que esta funcionalidade tinha sido limitada até recentemente, mas está agora disponível para todos. Pode já ter navegado com o modo escuro antes, mas a nova versão permite-lhe “estender a escuridão” a toda a interface.

Como activar o modo escuro no Google Maps?

Para activar esta função, basta seguir os passos abaixo:

  1. Abra a aplicação e clique na imagem do perfil da sua conta. 
  2. Vá para a opção “definições“. 
  3. Clique em “Modo escuro“.
  4. Agora verá três alternativas: “Ativado“, “Mostrar sempre em tema claro” e “A mesma definição do dispositivo”.
  5. Selecione a opção à sua escolha.

3. Carros eléctricos: filtros dos pontos de carregamento compatíveis

Na sequência do aparecimento dos pontos de carregamento elétrico e do crescimento da mobilidade elétrica, a Google Maps decidiu conceber uma nova funcionalidade que permite aos proprietários de veículos eléctricos pagar pelo carregamento directamente a partir da aplicação. A aplicação também exibe pontos de carregamento de veículos compatíveis.

Esta última função está disponível desde abril do ano passado, permitindo aos utilizadores saber em tempo real se as estações de carregamento estão ou não a ser utilizadas, mas a aplicação contou com aplicações e websites de terceiros, tais como Chargepoint e SemaConnect, para o fazer.

Em contraste, a versão 10.30 do Google Maps permitirá aos condutores localizar apenas estações de carregamento compatíveis com o seu carro, atualizando os detalhes do veículo no perfil do utilizador.

Mais notavelmente, o Google Maps tornar-se-á um meio de pagamento sem intermediários, o que ajudará o condutor a completar todo o processo de recarga de forma mais rápida e eficaz. No entanto, o Google ainda não deu uma data para a integração desta funcionalidade na versão do aplicativo. Em qualquer caso, acredita-se que poderemos utilizar esta nova opção muito em breve.

4. Atalhos que lhe poupam muito mais tempo

Ao longo do tempo, o Google Maps tem sido responsável por criar atalhos para as suas funções, o que tem resultado serem de grande utilidade aos utilizadores. O objectivo destes atalhos é permitir aos condutores aceder rapidamente às funções que utilizam com mais frequência; tudo o que os utilizadores têm de fazer é seleccionar a opção da sua escolha. 

Atualmente, a aplicação tem cinco atalhos que permitem aos utilizadores tirar mais partido do Google Maps e poupar tempo de navegação. Por exemplo, pode planear uma viagem para o dia seguinte ou pode verificar o trânsito imediatamente antes de partir para o seu destino.

Quais são os atalhos disponíveis e como são instalados?

Os atalhos que pode instalar actualmente são os seguintes:

  • Como chegar
  • Partilhar localização 
  • Modo de condução
  • Trânsito
  • Localização de um amigo

Tenha em conta que, para o telemóvel, estes pontos de acesso são chamados widgets. Para os instalar, tudo o que tem de fazer é aceder aos widgets a partir do menu de definições. Uma vez escolhido o widget que pretende instalar, pode configurá-lo a partir do próprio menu.

5. Aviso sobre a presença de radares móveis

Uma das características mais populares do Google Maps é que nos permite visualizar diferentes elementos da estrada, incluindo radares fixos de velocidade, pontos de carregamento para carros eléctricos e até mesmo a localização dos semáforos. Por este motivo, o Google Maps tornou-se um recurso básico e inestimável para todos os condutores. 

Atualmente existe uma função ainda mais especial que nos permite avisar outros utilizadores sobre a presença de radares de trânsito móveis. Eis como o pode fazer.

Tenha em conta que o Google Maps mostra as câmaras de velocidade só quando planeamos a nossa viagem, ou seja, quando selecionamos o nosso destino e clicamos em “Direções”. Se não o fizermos, não aparecerão radares de trânsito na rota que pretendemos seguir.

Da mesma forma, na pré-visualização do nosso destino, os radares de trânsito fixos serão identificados com a cor laranja, enquanto os radares de trânsito móveis serão identificados com a cor azul. No caso dos radares fixos de velocidade, se clicarmos neles, veremos quando foram atualizados pela última vez. Para além disso, quando estivermos perto deles, a aplicação irá avisar-nos.

No entanto, o mesmo não acontece com os radares móveis. Quando existe um na nossa rota e o Google Maps o detecta, a aplicação diz-nos quantas pessoas relataram a existência do radar de velocidade. A aplicação também irá perguntar-nos se o radar de velocidade móvel ainda se encontra no mesmo local ou se a sua localização mudou.

Se confirmarmos que o radar de trânsito está no mesmo local, a aplicação continuará a alertar outros utilizadores sobre a presença do dispositivo; podemos também notificar que o radar de trânsito foi removido, se for esse o caso. Esta mesma notificação pode ser feita para outros aspectos do percurso, como por exemplo para alertar sobre uma colisão, uma obstrução de estrada, obras de construção ou qualquer outro objeto presente na estrada.

Para alertar a aplicação para a presença de um radar fixo, devemos pressionar o ícone “Report” enquanto estamos na estrada (localizado no sinal de mais, à direita do ecrã). Depois selecionar a opção “radar móvel” e já está. Note que é preferível que este tipo de ação seja realizado pelo acompanhante, pois não é permitido utilizar um telemóvel enquanto se conduz.

6. Encontrar a localização dos semáforos

Uma das novas características do Google Maps é que é agora possível visualizar a localização dos semáforos. De facto, esta função já está disponível há algum tempo nos EUA, mas agora podemos utilizá-la em Espanha. 

Vale a pena notar que podemos ver os semáforos sem ter de activar qualquer opção especial; não é necessário aceder a qualquer função específica para os ver no mapa, uma vez que aparecem depois de termos selecionado a nossa direção (embora também apareçam sem a necessidade de seleccionar um destino). Podem também ser identificados por um pequeno ícone representado pelas três cores emblemáticas do sinal de trânsito. 

A desvantagem deste sistema é que o ícone não é variável, ou seja, a aplicação não indica se os semáforos são verdes ou vermelhos. A única coisa que a aplicação nos diz é a sua localização na rota.

Esta inovação do Google Maps pode ser muito útil se quisermos planear a nossa viagem, uma vez que sabemos antecipadamente se um engarrafamento de trânsito ou se a estrada está cortada por causa de um acidente ou se se trata apenas de um semáforo. Esta alternativa também lhe permite selecionar outras rotas se quiser evitar engarrafamentos de trânsito ou chegar o mais depressa possível.

7. Não se lembra onde estacionou? O Google Maps ajuda-o

Alguma vez teve de dar voltas por se ter esquecido onde deixou o seu carro? Outra funcionalidade útil do Google Maps pode alertá-lo para o local onde deixou o seu carro estacionado. 

Para evitar este mau momento, a aplicação oferece-lhe a opção de guardar a localização do veículo; tudo o que tem de fazer é introduzir a aplicação, seleccionar o ponto azul que o identifica na direção e clicar na opção “guardar localização do carro estacionado”. A partir desse momento, já não terá de se preocupar com a localização do veículo.

Como pode ver, o Google Maps oferece muitas funções que podem ser muito úteis durante a condução. Tenha em mente que é uma aplicação gratuita que pode descarregar a partir do Google Play ou da App Store.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Sigue leyendo en Renting Finders

Entradas relacionadas

Quer saber mais detalhes?

Completa o formulário e ligamos-te

    Ligue-nos tu para o
    308 807 123

    Chamada para a rede fixa nacional
    Vê as nossas perguntas frequentes para mais informação
    Horário de funcionamento 09.00 às 21.30 de Segunda-feira a Sábado.