Quando Trocar De Carro: As 6 Pistas Que Lhe Dá
Ruben / 29 Dezembro 2023

Quando é a altura de trocar de carro? Estes são os sinais que o carro lhe dá 

Após algum tempo de utilização, os carros mostram sinais de que está na hora de uma mudança. É importante estar ciente das alterações que o nosso carro está a sofrer e devemos aceitar quando é altura de trocar de veículo, pois continuar a utilizá-lo em más condições pode representar um perigo para a nossa segurança. 

Sem mencionar que continuar a utilizar um automóvel que já chegou ao fim da sua viagem é contraproducente para o nosso bolso, pois acabamos por gastar muito mais em reparações e reposições de peças que continuam a aparecer. No Blog do Renting Finders falamos sobre estes sinais que o carro lhe dá e mencionamos as vantagens de mudar o veículo e qual é a melhor maneira de o obter sem renunciar a um bom carro e a um preço competitivo.

Vida útil de um veículo: Quando é que atingiu o fim da sua vida útil?

Quando é a altura de trocar de carro? Estes são os sinais que o carro lhe dá 

É muito difícil determinar exatamente quanto tempo um carro pode durar, pois depende de muitos fatores: o modelo do veículo, a condução, a manutenção (tanto preventiva como periódica), onde é habitual estar estacionado, a quilometragem percorrida e, inclusivamente, a meteorologia da zona. Todos estes elementos influenciam de forma directa a vida útil do automóvel. 

A isto temos de acrescentar outro fator determinante: o tipo de condução. Não há dúvida de que uma condução responsável, sem movimentos bruscos e em climas moderados, pode prolongar a vida útil do veículo. 

É de notar que os fabricantes de automóveis são obrigados a cumprir um nível padrão de qualidade e durabilidade, mas este padrão varia de acordo com o tipo de carro (automóvel de passageiros, berlina, carrinha, etc.). 

A vida útil também depende do estado do motor. Normalmente, um motor dura entre 150.000 km e 250.000 km. Podemos também ter em conta a durabilidade de outros elementos do automóvel; por exemplo, dependendo da qualidade da carroçaria, pode durar cerca de 10 anos, um número que pode duplicar se o veículo tiver sido tratado com extremo cuidado.

Dados oficiais em Portugal

De acordo com os registos oficiais, a idade média dos veículos mais antigos da frota portuguesa é de quase catorze anos. Isto mostra que os veículos mais antigos têm uma boa durabilidade, no entanto, são muito mais poluentes e não estão tão bem equipados em termos de tecnologia e segurança.

Independentemente da idade dos veículos, cada veículo tem uma duração de vida limitada. Para a nossa própria segurança e a dos outros. E para poupar dinheiro, temos de aceitar quando chegar a altura de trocar de carro.

Sinais que indicam a necessidade de uma mudança de veículo

Em primeiro lugar, devemos lembrar que, à mínima suspeita de que algo não está a funcionar correctamente, seja um ruído suspeito, vibrações ou uma luz de aviso acesa, a melhor coisa a fazer é levar o carro até à oficina. Desta forma, podemos ter a certeza e evitar situações de risco ao volante. 

No entanto, estas são as falhas mais comuns que indicam se o veículo precisa de ser substituído:

Dificuldades do motor

A saúde do motor é um sintoma muito importante para saber se o carro precisa ou não de ser trocado. Se a temperatura sofrer muitas variações (até ao ponto de sobreaquecimento) ou se faz ruídos estranhos, tanto ao arrancar o carro como ao conduzir, pode ser o momento de, pelo menos, efectuar uma revisão importante.

Vibrações frequentes no volante ou em outras peças

Vibrações constantes não são um bom sinal, especialmente se ocorrerem mesmo após uma revisão ou substituição de peças. Devemos preocupar-nos principalmente com as vibrações no volante, nos pedais ou nas mudanças. Da mesma forma, sons estranhos nestas peças (nas mudanças de velocidade ou mudanças de direcção) são também um sinal de alarme. 

Quanto aos pedais, não é apenas a vibração que deve ser uma preocupação; é também relevante verificar se é necessário exercer mais força do que o habitual para travar (ou na embraiagem, no caso de um carro com transmissão manual).

A este respeito, é também importante verificar se a mudança de velocidades não funciona de forma eficiente ou satisfatória; a ideia é que devemos ser capazes de mudar de velocidades facilmente.

Avarias contínuas no veículo

A manutenção e assistência regular do veículo é importante para prolongar a sua vida útil, mas uma indicação de que é tempo de dizer adeus é quando o veículo começa a sofrer de falhas contínuas, que não podem ser resolvidas mesmo com peças de substituição.

Carroçaria amolgada

A carroçaria é um dos elementos mais importantes de um automóvel, uma vez que consiste na sua estrutura. Se apresentar amolgadelas, arranhões ou ferrugem, pode ser o momento de dizer adeus ao seu carro.

Interior do carro defeituoso

Esquecemo-nos muitas vezes da importância do interior do carro. Pode ser altura de mudar de carro se tiver rasgões e manchas nos estofos, ou se houver vários elementos que estejam a funcionar de forma defeituosa.

O meu carro está a aproximar-se dos 10-12 anos de utilização

Se o seu veículo tiver cerca de 10 anos, é aconselhável mudá-lo, especialmente por razões de segurança. De facto, os números registados pelo IMT informam-nos que o risco de acidentes fatais duplica quando conduzimos automóveis com 7 anos de idade e triplica quando os veículos têm entre 10 e 14 anos de idade.

Porque é conveniente trocar de carro?

Segurança rodoviária

A principal razão para mudar de veículo será sempre a segurança, tanto a nossa como a de outros condutores e peões. Lembre-se que a relação entre a possibilidade de sofrer acidentes e a idade do carro é uma realidade, razão pela qual os modelos mais recentes possuem tecnologias avançadas que ajudam a prevenir acidentes de forma mais eficiente.

Poupança nos gastos de manutenção

É também um facto que os carros mais antigos requerem mais investimento em manutenção e reparações. Os veículos novos, por outro lado, exigem muito menos cuidados.

Maior conforto e tecnologia de vanguarda 

Os carros mais atualizados estão equipados com tecnologia de ponta, o que nos permite ligar os nossos smartphones e controlar os comandos dos veículos através de ecrãs tácteis. Graças a isto, podemos aceder à informação em qualquer altura, tocar a nossa música favorita ou simplesmente ter um guia ao longo do percurso. As possibilidades são infinitas.

Está a pensar trocar de carro? Adira ao renting!

Se já decidiu que chegou o momento de trocar de carro, asseguramos-lhe que o renting de viaturas para particulares é a alternativa que procura. 

Com o renting automóvel não terá de se endividar ou contrair empréstimos para obter um carro novo, porque com o renting sem entrada inicial, o único pagamento é uma renda mensal fixa confortável, que cobre os custos de manutenção e serviço; incluímos mesmo os custos de burocracia, pneus, seguros…

Além disso, temos os veículos mais recentes e mais populares do mercado, equipados com as melhores tecnologias do momento. Do que é que está à espera para se juntar a nós? Dê uma vista de olhos ao nosso catálogo de veículos em renting e usufrua da experiência de condução ao melhor preço.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Sigue leyendo en Renting Finders

Entradas relacionadas

Quer saber mais detalhes?

Completa o formulário e ligamos-te

    Ligue-nos tu para o
    308 807 123

    Chamada para a rede fixa nacional
    Vê as nossas perguntas frequentes para mais informação
    Horário de funcionamento 09.00 às 21.30 de Segunda-feira a Sábado.