Xenon Ou LED: O Que É Melhor Para Os Faróis Do Carro?
Eva / 8 Setembro 2023

Xenon ou LED? Vantagens e desvantagens dos automóveis com faróis LED e xenon

Xenon ou LED: que tipo de tecnologia de iluminação é melhor? Hoje vamos apresentar as diferenças, vantagens e desvantagens do Xenon e dos faróis LED.

Os faróis e as luzes dos automóveis são um elemento essencial em termos de segurança activa; quanto melhor for a visibilidade e quanto mais se conseguir ver à distância, mais reativo será na condução. Por este motivo, vamos aprender sobre as diferenças entre as tecnologias de iluminação como o xénon e o LED, para podermos escolher a opção mais vantajosa ao conduzir.

Características dos diferentes grupos ópticos

Xenon ou LED? Vantagens e desvantagens dos automóveis com faróis LED e xenon

Os fabricantes de automóveis utilizam muitos tipos de iluminação, incluindo halogéneo, xenon, LED e até laser. Os faróis de halogéneo são os que equipam, de série, a maioria dos veículos, especialmente os do segmento inferior. 

Em comparação com os sistemas LED, laser ou mesmo xenon, o desempenho da tecnologia de halogéneo é claramente inferior. A tecnologia laser é a mais recente a chegar ao mercado e só está disponível na gama Premium. A maior diferença é o preço, que pode ser superior a 11.000 euros, mas também se destaca pelo seu maior alcance e luminosidade. 

Um farol de halogéneo tem um alcance de 60 metros, enquanto que um farol de xenon tem um alcance de até 90 metros. Já os faróis LED têm um alcance de até 300 metros, enquanto que os faróis laser têm um alcance de até 600 metros.

Faróis Xenon, um dos primeiros no mercado

Os faróis Xenon entraram no mercado após os faróis de halogéneo e foram instalados pela primeira vez em 1991, especificamente no BMW Série 7. Desde então, a sua utilização tornou-se mais generalizada, aumentando o seu alcance e desempenho e melhorando as suas características:

  • O seu funcionamento é simples: os faróis de xenon são acesos graças a um arco entre dois eletrodos que estão ligados entre si em gás xenon de alta pressão. O gás é o fio condutor que emite luz quando a corrente elétrica passa por ele. Requer um impulso de alta tensão. Oferecem uma grande potência luminosa e um gasto eléctrico inferior ao de halogéneos.
  • Vida útil: A vida útil dos faróis xenon é de cerca de cinco anos, o que significa que têm uma vida útil mais longa do que as lâmpadas de halogéneo.
  • Produção de iluminação: os faróis xenon demoram entre um e três segundos a atingir a sua máxima potência de iluminação e consomem muito menos energia do que os faróis de halogéneo. Os faróis de Xenon são compostos por uma centralina e uma lâmpada que partilham a mesma tecnologia.

Além disso, os faróis de xenon têm algumas desvantagens, por exemplo:

  • Desmontagem complexa: Dependendo do tipo de modelo de carro, a montagem e remoção dos faróis ou o kit de xenon é algo complicado e requer um mecânico especializado em efetuar a substituição.
  • Homologação: lembre-se que qualquer mudança de equipamento no veículo terá de ser homologada pelo Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT).
  • Brilho: Outra desvantagem dos faróis de xenon é que encadeiam com facilidade devido ao brilho, incluindo um sistema de regulação automática da altura.

Faróis de LED, o poder da luminosidade

Os faróis LED estão a tornar-se o substituto natural dos faróis xenon. Estes conjuntos de luz estão formados por vários grupos de diodos emissores de luz – LED (Light Emitting Diode). Este tipo de tecnologia oferece uma vida útil de mais de 10.000 horas. Emitem uma saída de luz de 5.500 graus Kelvin, uma saída de luz semelhante à da luz solar, e têm um consumo de energia muito baixo.

  • Os faróis LED são caracterizados pelo seu consumo controlado de energia em relação à luz emitida.
  • A luz que emitem é branca, o que torna mais difícil encadear os outros condutores na estrada.
  • Em contraste com os faróis de xenon, a tecnologia LED é capaz de iluminar com intensidade total em fracções de segundo.
  • Além disso, os sistemas LED fornecem 100% lúmens instantaneamente, ou seja, não têm latência de luz e o tempo desde que o LED é ligado até emitir luz a 100% da sua capacidade é muito curto.
  • Os sistemas de faróis LED são sistemas de iluminação adaptativos, ou seja, são capazes de modificar o feixe e adaptá-lo às condições da estrada, alternando automaticamente entre luzes de pequeno e longo alcance.

Atualmente, a diferença de preço entre as duas tecnologias é mínima, pelo que a escolha dependerá da opinião e preferência de cada utilizador. A percepção de cada condutor sobre a iluminação fornecida por uma ou outra tecnologia é decisiva.

Manutenção do sistema de iluminação e inspeção técnica dos veículos

O seu carro poderá ter alguns dos melhores sistemas de iluminação do mercado, no entanto é sempre necessário prestar atenção à manutenção correcta do veículo. A vida útil dos faróis LED e xenon é garantida, mas é sempre aconselhável verificar o bom funcionamento das luzes, especialmente nas estações com maior risco de condições meteorológicas adversas, como o Outono e o Inverno.

Não só deve verificar o feixe de luz, como também deve inspecionar minuciosamente as capsulas dos faróis para evitar possíveis infiltrações de água. Recordamos que os faróis são a primeira barreira de segurança na estrada. 

É importante destacar que, se o sistema de iluminação for alterado, para além de falhar na Inspeção Periódica Obrigatória poderá ser multado. Se o funcionário denunciar o equipamento não aprovado, a multa poderá ir até 200 euros. No entanto, se o funcionário considerar que pode ter provocado desfoque, a multa pode ir até 300 euros.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Sigue leyendo en Renting Finders

Entradas relacionadas

Quer saber mais detalhes?

Completa o formulário e ligamos-te

    Ligue-nos tu para o
    308 807 123

    Chamada para a rede fixa nacional
    Vê as nossas perguntas frequentes para mais informação
    Horário de funcionamento 09.00 às 21.30 de Segunda-feira a Sábado.